terça-feira, 30 de junho de 2009

Pina Bausch, 1940-2009

19 comentários:

  1. Walter?? did you met her??? i did..........what a pitty.....Aren't we all sad??? 2 talents seeking for eternity this past week....
    Sad Béu

    ResponderEliminar
  2. Fantástico desenho este, de uma mulher que desenhava movimentos maravilhosos sobre um palco. Eu era uma fã incondicional.

    Parabéns, Ginja!

    ResponderEliminar
  3. Ganda 2s!!!!
    a P e a R.......

    ResponderEliminar
  4. boa, o vestido da bailarina faz toda a diferença neste desenho, nem seria necessário mencionar o nome

    ResponderEliminar
  5. Está muito expressivo, Rita: a figura, o movimento, a cor…

    ResponderEliminar
  6. uma bela homenagem da Rita, cheia de expressão e num retrato perfeito da homenageada, just great
    ;-)

    ResponderEliminar
  7. quando o coração balança
    o que balança o corpo
    a mente que balança
    que tom balança
    de que som
    que sei
    ser

    [
    se não fizer sentido,
    porque há-de fazer sentido? :-)
    ]

    ResponderEliminar
  8. o anterior é sobre o
    "Entre les Deux Mon Coeur Balance
    (How Happy I Could be with Either)"

    :-)

    ResponderEliminar
  9. quando o coração balança
    o que balança o corpo
    a mente que balança
    que tom balança
    de que som
    que ser
    tem

    [é este o final, fica melhor :-) ]

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. aquilo foi escrito à pressa, e nisso, eu que gosto de impulsos, também gosto de palavras a marinar, para terem outro gosto, depois de algum tempo a passar :-) especialmente sendo o original tão bonito

    notícia fresca :-)
    o "que poesia" já permite comentários :-)
    por exemplo aqui
    http://quepoesia.blogspot.com/2009/07/coracao.html
    :-)
    bjs e abraços

    ResponderEliminar
  13. Que vôo! Gosto muito Walter! estive com Ela em 2008 e sinto o coração apertadinho....

    Lucy

    ResponderEliminar
  14. numa lua antes branca
    pousou o sonho risonho
    era o sonho de criança
    um veleiro leve ligeiro

    vinha p’lo azul conhecido
    a tocar todas as estrelas
    com os dedos pequeninos
    de quem brinca com brinquedos

    entre segredos de meninos
    asas abertas pensamentos
    fermentos de vida e viver
    sorrisos risos e crescer

    em quimera a acontecer
    num corcel de magia
    lua e sol o que vão trazer
    a luz branca o novo dia


    inspiração muito directa,
    (quase roubo vergonhoso, ou sem vergonha?!)
    do original e lindíssimo
    BRANCA LUA
    Letra Ana Vidal
    Música Rita Vasconcellos

    obrigado às duas pela inspiração :-)
    (e gosto mais desta versão :-))

    ResponderEliminar
  15. concordo imenso com quem falou no vestido, mas aqueles braços num gesto de despojo são tudo Pina Bausch. excelente!

    ResponderEliminar
  16. bonita homenagem :)

    e obrigada pelo comentário

    Teresa

    ResponderEliminar